POESIA PARA MUDAR O MUNDO - 2015 - BLOCOS ONLINE
Cristina Helena Rocha

CRISTINA HELENA ROCHA – É educadora. Atuou na Rede Municipal de São Paulo durante 30 anos, até 2012. Como professora, coordenadora e formadora de professores, sempre de coração aceso e brilho nos olhos. Atualmente é contadora de Histórias do Projeto Viva e Deixe Viver, pelo qual trabalha (ou se diverte?) contando histórias para crianças internadas no Hospital Grajau, na Zona Sul de São Paulo. Pós-graduanda em "A arte de contar histórias" pela FACON. Autora do livro "Memórtias.com/partilhadas: vida, laços, pontos cruzados", publicado em 2013 e do livro "Clave de luz – sons da vida", pulicado em 2014 pelos sites Clube de autores e Bookess, onde recebeu o selo "boa escolha".

[...] Porque se a gente fala a partir de ser criança, a gente faz comunhão: de um orvalho e sua aranha, de
uma tarde e suas garças, de um pássaro e sua árvore .[...]

Fui criado no mato e aprendi a gostar das coisinhas do chão. Antes que das coisas celestiais.

Manoel de Barros

Prisma

Repara, pequena criança
Junta flores, coisas pequenas
de quase nenhuma importância,
sem pressa ou esforço, apenas
pelo puro e simples prazer
de ver o mundo de perto.
E se muito bem lhe aprouver,
sai a rastejar em rumo incerto.

Come papel, pedra ou terra.
Pisa segredos, quebra valores,
indiferente à briga, ira e guerra,
ao mundo adulto e seus horrores

Há dias em que, mesmo adulta,
em meio a escuros vendavais,
sem palavra, silêncio ou escuta
de caminhar, me sinto incapaz..

Se é para me atirar ao chão,
por um pouco, ou muito que seja
ferida, atada de pés e mãos,
lembro a criança que rasteja.

Olho flores, pedras pequeninas,
a vida que acontece tão perto.
Eis que na primeira esquina,
já me encontro em céu aberto.

Minha alma de criança.
vê a si, o mundo e a vida
nos olhos das pessoas queridas
sob a ótica da esperança.

Cristina Helena Rocha
Capa
Créditos