POESIA PARA MUDAR O MUNDO - 2015 - BLOCOS ONLINE
Jandira Zanchi

JANDIRA ZANCHI - É poeta e ficcionista, autora de Gume de Gueixa (Editora Patuá, 2013), "Balão de Ensaio" (Protexto, 2007), e do livro virtual "A Janela dos Ventos" (Emooby, 2012). Tem lançamento para breve do livro de poesias "Área de Corte" pela Editora Patuá. Integra o conselho editorial de "mallarmargens" revista de poesia e arte contemporânea.
jandira_zanchi@yahoo.com.br

FURTIVO

que se percam em palavras
esses vazios entreabertos
têmporas esquálidas
do não tempo – defasagem no
fluxo fluente de fatos
arcaicos manejos
                de formas e fardos

....... quando sombra e semáforo
lua clara, mas, indecisa
ainda escorrida de suas virgens vazantes
evaporarando nossas nuances em duendes
que não entendemos
                   ou fortalecemos mais

o cair da tarde será mais uma vez
furtivo e farto de consoantes e continências

(crespos os marrons e depilados os cinzas
das navegações nervosas e nubentes)

mareado o silêncio em suas constantes
e rumorosas raízes de amor.

SALINAS

relentos
relutantes
de sol

salinas vivas
no médio espaço.

Jandira Zanchi
Capa
Créditos