POESIA PARA MUDAR O MUNDO - 2015 - BLOCOS ONLINE
Leninha

LENINHA - Nasci no Rio de Janeiro, mas desde os quatro anos, moro em Brasília, cidade que gosto muito. Aqui, estudei, trabalhei, fiz amigos. Sou formada em Jornalismo. Em 2009, passei a cultivar a arte de observar e registrar aves, o que tem feito de mim uma pessoa muito feliz. Os meus escritos, que não são em grande número, estão todos em Blocos online (poesia e prosa). Acredito neste projeto, de que a poesia pode mudar o mundo. Ela pode transformar as pessoas, tornando-as mesmo mais sensíveis, mais solidárias. Agradeço muito à amiga Leila Míccolis que vem, há tantos anos, trabalhando em prol da Literatura Brasileira, sempre apoiando e incentivando novos autores. Site: http://www.blocosonline.com.br/sites_pessoais/sites/leninha/index.htm

SIMPLES ASSIM

Em frente à minha casa
mora um belo cachorro, de cor marrom:
é um Labrador.
Ele dorme numa dessas casinhas de madeira,
próprias pra cães,
no fundo do jardim da residência.
Eu acordo cedo, abro a janela,
e vejo que ele já está perto do portão,
olhando o pouco movimento da rua, com atenção.

Já vi três vezes um homem passar em frente à casa.
Creio que vem da padaria,
pois ele abre um saco pardo, pega um pão
e oferece ao cão,
que aceita o alimento dado,
e, abanando o rabo,
vai comer mais afastado,
no fim do jardim.

Outro dia também passou uma moça,
diminuiu o passo, balançou a cabeça,
deu um tchau e seguiu seu caminho.
Acho que o Labrador gostou do carinho,
pois ficou acompanhando-a com o olhar,
até ela se afastar.

São gestos como estes – eloquentes –,
vindo de tão perto, do quintal vizinho,
que podem mudar o mundo da gente,
e que eu gosto de ver de manhã cedinho...

Leninha
Capa
Créditos