POESIA PARA MUDAR O MUNDO - 2015 - BLOCOS ONLINE
Maria Elizabeth Candio

MARIA ELIZABETH CANDIO - Nasce em 08 de fevereiro de 1959, em São Paulo. Escreve seu primeiro poema aos dez anos de idade. Começa a participar de concursos literários no final dos anos setenta. Obtém diversas premiações, das quais se destacam o 2º e o 1º lugares no Concurso Escriba de poesia, de Piracicaba, nos anos de 1994 e 2004, respectivamente. Em 1982, a autora vê publicados seus primeiros poemas na coletânea "Fruto Mulher", pela Editora Semente, em parceria com outras sete poetas iniciantes. No ano seguinte, participa da antologia "Nova Literatura Brasileira", pela Shogun Editora e Arte. Lança, finalmente, seu primeiro livro individual de poemas, no ano de 1986: "Canção Necessária". Com o objetivo de aprimorar sua produção poética, participa de duas oficinas literárias: a primeira em 1987, sob a orientação de João Silvério Trevisan. A segunda com Dalila Teles Veras, em 1991. Continua a participar de concursos literários. Entretanto, dedica-se notadamente ao ofício de professora secundária e universitária. Após finalizar seu mestrado em Literatura Comparada pela Universidade de São Paulo, USP, em 2007, passa a dedicar-se exclusivamente ao magistério superior e à preparação de seu segundo livro de poemas, "Ávida Vida", ainda a ser publicado. Blog: http://bethcandio.wordpress.com
bethcandio@hotmail.com


Transmutação

Desordenar
o vácuo da rotina
e preparar
orgásmicas manhãs

Desinfetar
jurássica neblina
e neblinar
as mágoas temporãs

Desenterrar
fantasmas da alegria
e cultivar
auroras boreais

Paraisar
com mantras de alforria
os olhos d'água
dos mananciais

Alimentar
com seiva de placenta
o açude da esperança
sem comportas

e transmutar
com tardes de magenta
o ébano senil
das noites mortas

Maria Elizabeth Candio
Capa
Créditos